Arquivo da tag: alcoolismo

Super Nate

Amigos eleitores,

Vocês, caríssimos, sabem que eu salvei o mundo, não sabem? Bem, eu o fiz. Como nenhum outro político já fez antes, ainda que prometesse. Eu não prometi, mas salvei. Meu irmãozinho querido ficou radioativo e eu tive que voar com ele para atmosfera. Sim, eu sou um herói de verdade. Eu amo meu irmão e ele também a mim, tanto que pediu para eu soltá-lo quando estávamos lá em cima. A próxima coisa que me lembro foi de acordar com minha mãe parada de pé na minha frente. Claro que fiquei horrorizado de ver meu rosto que era perfeito de qualquer ângulo estar naquela hora parecendo o Darth Maul, mas eu tentei esquecer aquilo e pensar no fato de meu amado irmão estar desaparecido, talvez morto. Eu me senti culpado por meses com aquilo.

E sabem do que mais me arrependo? De ter dito a ele, há um tempo atrás, a seguinte coisa: “Voar, como isso pode ajudar em alguma coisa? O que eu vou fazer quando chegar lá? Eu não tenho arma, nem distintivo, nem sei karatê. Acho que poderia botar um uniforme e voar por aí salvando gatos de árvores.” Sim, agora tive que engolir o que eu disse. Voar enfim me serviu de algo.

Acho que vocês também notaram que eu usei por um tempo uma barba e depois tirei. Eu tirei porque o pessoal da escola dos meus filhos achou que eu era algum bandido que iria raptá-los.

barba

Aliás, preciso lhes explicar sobre uns comentários de que andei tendo problemas de alcoolismo. Como se vocês também não fossem beber se o único irmão de vocês explodisse. Mas então descobri que o Peter estava vivo e não vi mais sentido em beber. Além disso, eu não queria que o Peter me visse naquele estado, então fui a uma reunião do A.A. e, para minha sorte, encontrei a deliciosa Niki, só que ela se injetou um vírus mortal – para me salvar, claro – e não pôde mais ir às reuniões porque está ocupada tentando achar a cura. Se eu soubesse que haviam tantas garotas dessa categoria no A.A., eu teria me inscrito há muito mais tempo.

Por falar nisso, quando eu estava na Companhia, eu presenciei uma discussão bastante dramática entre o meu parceiro e o parceiro da Niki. Parece que o Matt não havia contado ao Mohinder que rolou no chão comigo no apartamento do pai dele, e parece que o Mohinder não acreditou que ele não fez isso com segundas intenções. Agora eu acho que o Mohinder anda meio que me olhando torto por causa disso.

Mas enfim, meu amigos, como sempre, vamos fazer da América um bom lugar para se viver.

Seu homem no Congresso,
Nate

Anúncios